22 de jan de 2013

Enfeite para carro 2

patuá de feltro

O patuá da vez é pra minha amiga, afilhada e irmã de coração Andréa Peixoto. 
Pra protegê-la nessas andanças por ai. Nossa... e como anda..corre... vira... mexe... aguenta coração!!!
Coloquei as medalhinhas da devoção dela (eu acho):
  • Nossa Senhora da Conceição (niver de Andréa é em dezembro)
  • São Judas (o Santinho sofre com a mocinha, kkkkkk)
  • Sagrada Família (pra proteger muito bem a trupe: Dário, Gabi e Bella)
  • Nossa Senhora das Graças (volta e meia ela precisa de uma graça)
  • Santa Terezinha ( a preferencia é minha, mas a Santinha já conhece essa minha amiga muito bem)
Como foi que eu fiz? Explicarei...
  1. cortei 2 corações de feltro
  2. costurei as medalhinhas nos corações
  3. costurei uns enfeites do tipo miçanga, pedrinhas, lantejoula (o que tiver em casa)
  4. fiz essas flores de linha em forma de asterisco (usei ponto comum) no meio uma miçanga.
  5. uni os dois corações com linha de crochê em pontinho caseado, mas antes de fechar enchi com manta acrílica.
  6.  costurei uma linha pra cima (vai usar para pendurar o patuá)
  7. outra pra baixo junto com uma fitinha, apenas pra enfeitar
  8. enfiei miçangas nas linhas e terminei com um nó.
Prontinho... 


18 de jan de 2013

Quadrinhos tecido e imagem

   Eram molduras horrorosas, dessas de lojinhas de R$1,99. Resolvi pintá-las, fiz o fundo de tecido e escolhi três imagens da net. 
   Pronto viraram 3 quadrinhos para um cantinho do meu quarto.
   Fica acima da mesa do pc e falam muito bem do que eu quero, aliás, eu preciso:

 "Tempo  para  mim  mesma!  
Que  respeitem  meu  espaço! 
Que  eu  mantenha  a  calma!"

quadrinhos porta retratos
Já sei, já sei... preciso de uma máquina fotográfica nova, urgente.......

               

"Tempo disso, tempo daquilo, falta o tempo de nada."
                      Carlos Drummond de Andrade
       Essa imagem, de Ceó Pontual, fofa de viver é apenas uma das que eu amo, na verdade eu amo todas as Frases Ilustradas




 "Mantenha a calma e siga em frente"
Essa é outra de minhas necessidades. A história desses cartazes é muito interessante e hoje é mais uma das febres da internet, inclusive com outras inúmeras adaptações da frase. Para quem quiser conhecer a origem destes cartazes é só clicar aqui e a dona wikipédia te conta.

Esse poema é mais para a trupe aqui de casa do que pra mim mesma. Para que eles lembrem que mãe também precisa de privacidade, também quer ficar sozinha, tem tédio, emburra, etc, etc...
Já fiz um post comesse poema em um outro cartaz que criei com as borboletinhas do blog, quer lembrar? Clica aqui ó...
" Eu divido a rua.
Eu divido a cidade.
Mas aqui é diferente.
Aqui é o meu lugar.
Essa é a minha área.
Essa é a minha zona.
Aqui não preciso fazer nada... ou quase nada.
aqui não tenho inibições.
Aqui respiro, penso, descanço e me entrego.
por um minuto ou por um dia inteiro,
entro em contato comigo mesmo e relaxo.
- Eu mereço - "

   

17 de jan de 2013

Cinto de cós de calça jeans

Meu primeiro cinto ficou pronto!!!!!

    A ideia veio de um cinto "parecido" que minha tia comprou em uma das muitas feirinhas que ela visita. 
    O cós da calça foi doação do amadinho Carlos Maia e quase não coube tanto material que eu queria por nele. 
    Apesar de meio papagaiado eu amei o resultado.
    Dá só uma olhadinha na cintura da modelo Jordana Evangelista.

cinto customizado

cinto de cós jeans

cinto de cós de calça jeans

E ainda estou participando do mosaico no CASA CORPO E CIA . Blog que já sigo a um tempão e adoroooo....... 









9 de jan de 2013

Livro enlatado

       Para o projeto literário realizado em 2011, sobre autores mineiros, o CEMEI escolheu Marcelo Xavier, com seu livro "O DIA-A-DIA DE DADÁ". 
     Uma história sem texto, com personagens e cenário todo feito de massinha de modelar. Um show de detalhes e pureza.

     Minha turma era de 2º período e  o objetivo final era a escrita da história e confecção de um trabalho sobre o livro para apresentação para os pais.
     O livro foi lido, relido, manuseado e admirado pelos alunos durante a rodinha diariamente. Levei para sala imagens do autor, sua biografia e algumas curiosidades encontradas na internet.
       Procurando por ideias para a exposição, vi um tal de livro enlatado, no blog Caixa de Ideias, e cismei que queria alguma coisa parecida. Aí pensei, pensei... e adoreiiiiii o resultado. 



Obra e autor

Massinha de modelar


Artes dos alunos, em massinha de modelar. Personagens e objetos do livroProjeto literário


Livro o dia-a-dia de dadá



Lata de panetone pintada, fotos dos alunos com as artes de massinha. Dentro da lata a historia criada, escrita e ilustrada coletivamente.

PROJETO: A DESCOBERTA DO FUNDO DO MAR

    A Secretaria Municipal de educação de Montes Claros contempla 3 temáticas para serem desenvolvidas durante o ano, definidas pelos supervisores durante os encontros de formação continuada. 
    Para o 3º trimestre do ano 2011 o projeto A DESCOBERTA DO FUNDO DO MAR foi trabalhado em todas as Instituições de educação infantil culminando com uma exposição dos trabalhos realizados.
    Como o anteprojeto veio pronto, foi necessário apenas o planejamento e elaboração das atividades. As atividades postadas aqui foram colhidas de revistas, livros, internet e colegas.
Exposição Projeto Fundo do mar

PROJETO: A DESCOBERTA DO FUNDO DO MAR

TURMA: 2º período vespertino – Professora Cristina Evangelista

ESTRATÉGIAS:

DETONADOR:
Apresentação do peixinho Beta – mascote da nossa turma
Cantar músicas do tema;
Escolha do nome para o peixe – listagem e votação

LINGUAGEM ORAL E ESCRITA
• Conversas informais sobre o mar: quem conhece o mar, quais os animais que existem no fundo do mar, como é (deve ser) o mar, etc.
• Listar os animais marinhos mais conhecidos;
• Exploração oral sobre cada animal;
• Produção de história com fantoches e brinquedos de cada animal;
• Pesquisas em revistas/livros;
• Construção de pequenos textos coletivos;
• Cantar músicas e recitar poemas sobre o tema;
• Receitas;
• Pesquisa com a família - Histórias de Pescador;

LINGUAGEM MATEMÁTICA
• Números e quantidades;
• Cores;
• Espaços e formas;
• Sistema de grandezas e medidas;

MEIO NATURAL E SOCIAL
• Conhecer o ambiente marinho – fauna, flora e relevo  (variedades, características, hábitos, cuidados, preservação e extinção);
• Explorar a vida marinha
• Cuidar do peixinho mascote da turma;
• Assistir vídeos informativos sobre o mar;
• Exploração da cultura regional (canções, contos de pescador, ditado popular).
• Apreciação de estrela do mar e conchas.

LINGUAGEM ARTÍSTICA
• Confeccionar Animais Marinhos com materiais de sucata;
• Construir um painel do Fundo do Mar;
• Dobraduras de peixe;
• Desenho de peixes;
• Confeccionar tartarugas e polvos com garrafa de refrigerante;
• Pintar os bichos com diferentes tipos de materiais;
• Fazer registro do bicho que mais gostou
• Dramatização de poesias;
• Escultura de polvo com massinha;
• Reprodução de uma obra de arte do Romero Britto Paul klee, Peixe Dourado.
• Expressão corporal através das músicas que tratam do tema e imitação de animais marinhos.

RECURSOS:
FILMES:
O mar não está para peixe
A pequena sereia
• Procurando Nemo

VÍDEOS:
• Música:Doki- Fico no Fundo do Mar
• Pocoyo - aniversário da baleia
• Música: A pequena sereia (do filme)
  
MÚSICAS:
Zum, zum,zum, lá no meio do mar
Peixe Vivo
Se eu fosse um peixinho.
ô marinheiro, marinheiro
Linda sereia
Quem te ensinou a nadar
Caranguejo não é peixe.
Ted o polvo.

POEMAS:
•  Poema: Lagoa / Mar Carlos Drummond de Andrade;
•  Poemas do Mar - Ruth Rocha;
•  História da Tartaruguinha cantada

LIVROS E HISTÓRIAS:
- Coleção animais marinhos
- A escolinha do mar
- O peixinho encrenqueiro
- Peixinho dourado vai passear
- A pequena sereia

CULINÁRIA:
-Patê de Atum

Atividades projeto fundo do mar
Cada aluno confeccionou seu peixinho

Atividades projeto fundo do mar
Depois de trabalhar o texto fizemos uma decoração coletiva

Atividades projeto fundo do mar


Atividades projeto fundo do mar

Atividades projeto fundo do mar        Atividades projeto fundo do mar

Atividades projeto fundo do mar  Atividades projeto fundo do mar

Atividades projeto fundo do mar  Atividades projeto fundo do mar

Atividades projeto fundo do mar
Exploração do significado do ditado e desenho livr 

Atividades projeto fundo do marAtividades projeto fundo do mar

Atividades projeto fundo do mar

Atividades projeto fundo do mar   
Atividade retirada do blog Investindo nas crianças
 Atividades projeto fundo do mar
Atividades projeto fundo do marAtividades projeto fundo do mar 
Atividades projeto fundo do mar
Ouriço: Bolinha de isopor pintada e palitos de dente

Atividades projeto fundo do mar
Polvo: Garrafinha de água pintada
   
     Dentro do projeto A descoberta do fundo do mar, reservei 2 dias para trabalhar um artista que admiro muitoooo ROMERO BRITO. Consegui encaixar as duas coisas e as crianças adoraram suas obras!!!

ARTES – RELEITURA DA OBRA DE ROMERO BRITTO

OBJETIVOS:
 S Conhecer vida e obra do artista plástico Romero Brito;
 S Apreciar algumas de suas obras;
 S Contextualizar suas obras;
 S Identificar linhas, formas, cores e outros elementos nas suas produções;
 S Criar uma obra utilizando a técnica do artista plástico.

DURAÇÃO DAS ATIVIDADES:
2 aulas com duração de 40 minutos cada

ESTRATÉGIAS E RECURSOS
_ 1º Dia:
 S  Rodinha
            -  Questionamentos sobre estilo Romero Britto (baseado no muro pintado bem colorido  que fica perto da escola)
            -  Biografia de Romero Britto

 S  Vídeos no notebook
_ Do artista plástico;
_ De algumas de suas obras (identificando linhas (retas, inclinadas e curvas), formas geométricas (círculos, retângulos, quadrados, triângulos),  cores vibrantes, e outros elementos nas suas produções, O que o trabalho dele transmite.
- Das obras que tenham peixes

 S  Colorir o desenho do quadro “O peixe”

_ 2º Dia:
 S  Propor uma releitura da obra, utilizando a mesma técnica do artista plástico.
1ª Passo: Fazer o desenho,
2º Passo: Traçar o desenho passando linhas retas e curvas.
3ª Passo: Preencher os espaços desenhando formas geométricas e pontos.
4º Passo: Colorir o desenho.
5º Passo: Com o lápis preto ou marrom contornar todo o desenho.

S       Organizar com as crianças uma exposição dos trabalhos realizados.

Romero Britto – Biografia
            É um artista plástico brasileiro, consagrado no mundo inteiro pela sua arte pop, nasceu em 6 de outubro de 1963, no Recife - Pernambuco. Na infância começou a demonstrar grande interesse e talento pelas artes, gostava de pintar em jornal e papelão.Aos 14 anos, vendeu seu primeiro quadro à OEA ( Organização dos Estados Americanos). Desde jovem, enxergava na pintura uma forma de esperança à vida dura que tinha.
Estudou em escolas públicas, aos 17 anos, ingressou na Universidade Católica de Pernambuco para estudar Direito. Quando chegou aos EUA para trabalhar, tentou mostrar sua arte em galerias famosas.
Suas telas começaram a ser requisitadas, e tornou-se predileto entre as celebridades. Seu estilo pop de expressar cores vivas e traços fortes em suas telas chegou ilustrar diversas campanhas publicitárias, incluindo uma peça da vodka Absolut.A textura de suas telas é similar à da gráfica. O artista mora em Miami com sua esposa Cheryl Ann (norte-americana) e seu filho Brendan Britto. Nos 445 anos da cidade de São Paulo, o artista doou a escultura “Beach Ball”, instalada no terminal Tietê.







6 de jan de 2013

Fada madrinha em E.V.A.

Era uma vez, há muito tempo atrás...

... uma fadinha foi feita para a porta do meu quarto, na plaquinha está escrito "Minha fada madrinha meu desejo para hoje é..." e aí pode-se deixar um bilhetinho com o seu desejo para ela. 
Gostosinho demaissssss!!!!

Mas, resolvi esperar até o Dia da Fada Madrinha - 05 de fevereiro, para colocar ela aqui no blog.
Fada-madrinha     Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fada-madrinha é uma personagem muito comum nos chamados contos de fadas, sendo uma entidade mágica que protege e sempre aparece para atender os desejos e interesses de seus protegidos.[1]Em alguns contos de fadas a fada-madrinha é uma senhora, geralmente de idade, que protege alguém durante toda a vida. As princesas têm sempre uma fada-madrinha, mas embora seja madrinha das princesas, também pode ser de pessoas pobres. Nos contos tradicionais, essas fadas costumam oferecer pão e pôr moedas nas meias dos pobres. Entre os gauleses elas recebem uma homenagem especial no dia 5 de fevereiro.
E eu conheço uma madrinha que é uma fadinha de verdade. E fiquei sabendo até que ela já encontrou um príncipe e que ela tem uma bota de 7 léguas, e que o narizinho dela cresce, mas isso é outra história...


Fada madrinha Anelise
Anelise, a madrinha fada mais dengosa que já existiu...




Bolinhas de Natal de tecido

Artes da filha Jordana, para o Natal de 2013 vamos ter uma árvore bem artesanal...
Bolinhas de Natal cobertas com tecido

Consciência Negra

Fiz este painel para exposição do Dia da Consciência Negra - 20 de novembro.

Tirei o modelo do blog Falando de arte na escola . É da professora Gizely Virginia, o crédito todo dela, achei lindo demais...
Painel Consciência Negra

Painel Consciência Negra